PROMOÇÃO

segunda-feira, 10 de julho de 2017

Justiça determina prisão de 13 policiais de ação que matou trabalhadores rurais no Pará

(Foto: Ascom/PF

A Justiça do Estado do Pará determinou a prisão temporária de 13 policiais envolvidos na morte de 10 trabalhadores rurais que estavam ocupando a fazenda Santa Lúcia, em Pau D'Arco, sudeste do estado (relembre aqui). O pedido de prisão foi oferecido pelo Ministério Público e acolhido pela Justiça. Os promotores Alfredo Martins de Smorin, José Alberto Grisi Dantas e Leonardo Jorge Lima Caldas pediram o pedido de prisão temporária de Carlos Gonçalves de Souza, Cristiano da Silva, Douglas da Silva Luz, Euclides Lima Júnior, Jonatas Pereira e Silva, Neuily Sousa da Silva, Orlando Cunha, Welington Lira, Rodrigo de Souza, Advone da Silva, Rômulo Neves, Ronaldo Silva e Ricardo Moreira. A prisão temporária tem o prazo de 30 dias, podendo ser prorrogada por igual período. O crime ficou conhecido como "a chacina de Pau D'Arco". Os policiais foram até a fazenda para dar cumprimento a mandados de prisão de fazendeiros suspeitos de envolvimento na morte de um segurança da fazenda. Foi quando ocorreu o confronto que resultou na morte de 10 trabalhadores rurais.

Nenhum comentário: