PROMOÇÃO

quarta-feira, 19 de julho de 2017

Moro decide repassar à Petrobras tríplex e R$ 16 milhões de conta compartilhada

Moro decide repassar à Petrobras tríplex e R$ 16 milhões de conta compartilhada
Foto: Fábio Rodrigues Pozzebom/ Agência Brasil

O apartamento tríplex atribuído ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva na cidade do Guarujá, no litoral de São Paulo, será repassado para a Petrobras. A decisão foi tomada pelo juiz federal Sérgio Moro, responsável pelos processos da Operação Lava Jato em primeira instância. No despacho, ele também decidiu que os R$ 16 milhões da suposta conta corrente compartilhada pela OAS com o PT devem ser destinados à estatal petrolífera. "Pelo exposto na sentença, restou claro que houve acerto de corrupção envolvendo contratos da Petrobrás, sendo ela a vítima. Assim, tanto o produto do confisco criminal como o valor mínimo para a reparação dos danos são devidos à Petrobras", escreveu o juiz no despacho publicado em resposta a embargos de declaração da defesa do ex-presidente. Moro condenou Lula a nove anos e meio de prisão pelo pagamento de R$ 3,7 milhões em vantagens indevidas pela OAS ao ex-presidente. A maior parcela correspondeu ao valor do tríplex, cujas obras foram concluídas pela empreiteira. Na sentença, publicada na semana o juiz já havia decretado o confisco do apartamento por considerar o imóvel "produto de crime de corrupção e de lavagem de dinheiro".

Nenhum comentário: