PROMOÇÃO

sábado, 26 de agosto de 2017

EM SÃO GONÇALO DO AMARANTE (CE), QUADRILHA ATACA BANCO, E USA REFÉNS COMO ESCUDO HUMANO PARA FUGIR

Grupo teria chegado em dois veículos (Foto: Jéssika Sisnando)

Um grupo de seis pessoas armadas invadiu uma agência bancária do Bradesco, na rua Coronel Nelson Martins, no município de São Gonçalo do Amarante, a 60,1 km de Fortaleza, na tarde desta sexta-feira, 25. Clientes e funcionários foram rendidos. Após a chegada de viaturas da 3ª Companhia do 12º Batalhão de Policiamento Militar (BPM), houve troca de tiros e o grupo fez um "cordão humano" com três reféns para fugir. Uma pessoa foi presa. A quadrilha quebrou a porta de vidro da agência na entrada. De acordo com o sargento que se identificou como Rocha, a Polícia Militar foi acionada por volta das 14 horas. Ele diz que a viatura foi recepcionada a tiros e, após a chegada de reforço policial, os criminosos deram início à fuga.
Entre os funcionários estavam o gerente, que conseguiu se soltar antes de entrar em um dos veículos usados pelo grupo, e um vigilante, que teve arma e colete balístico roubados. 


O POVO Online apurou no local que casas localizadas nas proximidades da agência bancária foram atingidas durante troca de tiros. Em uma das residências, porta e telhado chegaram a ficar quebrados. 




Os disparos também atingiram a fachada de um comércio vizinho.
Suspeitos quebraram porta de vidro da agência (Foto: Jéssika Sisnando)

Ainda segundo o sargento, os suspeitos fugiram em um veículo Hyundai HB 20. "Na localidade de Mundo Novo, abandonaram o vigilante e uma funcionária. Em seguida, pegaram uma S10 de cor preta e seguiram em direção à BR 220", relata. O grupo abandonou o veículo no bairro Nova Metrópole, em Caucaia, na Região Metropolitana de Fortaleza. 

Em nota, a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) afirma que um homem suspeito de integrar o grupo criminoso foi preso. "Um dos assaltantes, identificado por Bruno Pereira da Costa foi capturado, em posse de um revólver calibre 38, e encaminhado para a Delegacia Metropolitana de Caucaia", diz a nota. 

"Um inquérito policial foi instaurado e o caso será encaminhado para a Delegacia de Roubos e Furtos (DRF), que ficará à frente das investigações".

AUTOR: O POVO

Nenhum comentário: