PROMOÇÃO

segunda-feira, 18 de setembro de 2017

Aprovada pelo MPF-RJ, delação de Eike Batista entra na fila para receber aval de Raquel Dodge

Foto: Luis Macedo / Câmara dos Deputados

Em prisão domiciliar desde abril deste ano, o empresário Eike Batista já conseguiu aval do Ministério Público Federal do Rio de Janeiro (MPF-RJ) para sua delação premiada. No entanto, o acordo agora entra na fila para receber a liberação da nova procuradora-geral da República, Raquel Dodge. Segundo informações da coluna Radar Online, da Veja, Eike deve citar o ex-governador do Rio, Sérgio Cabral (PMDB), o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e o ex-ministro Guido Mantega. Oito anexos já foram produzidos para a delação. Acusado de pagar US$ 16,5 milhões em propina para Cabral, Eike foi detido em janeiro na Operação Eficiência e passou três meses no Complexo Penitenciário de Gericinó, em Bangu.

Nenhum comentário: