PROMOÇÃO

sábado, 28 de outubro de 2017

Caucaia: Moradores fecha CE-085 para protestar contra retirada de água do Lagamar do Cauípe

A população realizou novo protesto, na manhã desta sexta-feira, 27, contra obra do Governo do Estado para retirada de água do Lagamar do Cauípe, na área do Eixão das Águas, em Caucaia. Um grupo de moradores da região bloqueou a passagem de carros na rodovia Estruturante, aproximadamente no quilômetro 30 da CE-085. A via foi liberada por volta das 9 horas, conforme a Polícia Rodoviária Estadual (PRE).

O ato foi iniciado às 6 horas da manhã, quando os manifestantes fecharam a via com pneus e galhos de árvore queimados. Além da PRE, uma equipe do Batalhão de Choque foi acionada. Após negociação, o acesso foi liberado. Na quarta-feira, 25, a população bloqueou o acesso da Estrada da Pedra, no litoral Oeste.

De acordo com o tenente Romildo Villar, da PRE, o trânsito foi controlado até a liberação da via. “O Batalhão de Choque fez a negociação. A população queria a presença da imprensa para chamar atenção sobre a questão”, relatou ao O POVO Online.


O projeto que é alvo de protesto tem o objetivo de retirar a água do manancial do Lagamar para abastecer o município de São Gonçalo do Amarante e distritos de Caucaia, ambos na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF).
A água também deve ser desviada para o Complexo Industrial e Portuário do Pecém. A expectativa de vazão é de 200 litros por segundo.

As comunidades temem escassez de recursos hídricos com esse desvio e dizem que a população da região, que vive da pesca e do turismo local, será prejudicada. Segundo a Companhia de Gestão dos Recursos Hídricos (Cogerh), a obra está parada e o cronograma atrasado por causa dos protestos.

Em entrevista ao O POVO Online, publicada nessa quinta-feira, 26, o secretário dos Recursos Hídricos, Francisco Teixeira, disse que a “água no litoral é garantida”, pois a chuva ocorre de forma regular na região.

O secretário classificou como “confusão” o receio da população, garantindo que o sistema a ser implantado tem amparo legal. “Nós temos licença da Superintendência Estadual do Meio Ambiente (Semace) e da Prefeitura de Caucaia, que é o órgão municipal titular da região”.

Fonte: O POVO Online

Nenhum comentário: