PROMOÇÃO

sexta-feira, 13 de outubro de 2017

Depois dos Estados Unidos, Israel anuncia que vai deixar Unesco

Foto: Casa Rosada / Fotos Públicas

Pouco depois dos Estados Unidos, o governo Israel também anunciou que vai deixar a Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco). O motivo é o mesmo: ambos criticam a postura anti-israelense da entidade. Segundo informações da AFP, o primeiro-ministro Benjamin Netanyahu "deu a instrução ao Ministério das Relações Exteriores para preparar a retirada de Israel da organização, paralelamente aos Estados Unidos". "A Unesco se tornou o teatro do absurdo, onde se deforma a história, em vez de preservá-la", diz um trecho da nota de seu gabinete. Essa não é a primeira vez que a relação entre o país e a entidade é abalada. De acordo com a AFP, no passado, Israel suspendeu sua cooperação com a Unesco depois de uma votação sobre um local sagrado de Jerusalém. No entendimento dos israelenses, a decisão seria uma negação do vínculo milenar entre os judeus e a cidade. Já os EUA alegaram ainda que a saída reflete as preocupações do país com as crescentes contas atrasadas da organização e a necessidade de reformas (saiba mais aqui).

Nenhum comentário: