PROMOÇÃO

segunda-feira, 20 de novembro de 2017

Temer fechou reforma; Imbassahy pode assumir Direitos Humanos

Foto: Antonio Cruz / Agência Brasil

O presidente Michel Temer fechou neste fim de semana as mudanças que fará no ministeriado, segundo informações do jornal Folha de S. Paulo. Com as alterações, o titular da Secretaria de Governo, Antonio Imbassahy (PSDB-BA), poderá assumir a Secretaria de Direitos Humanos em substituição a Luislinda Valois (PSDB-BA). Após conversas com aliados na última semana, Temer decidiu por alocar o deputado federal Alexandre Baldy (GO) para o Ministério das Cidades no lugar de Bruno Araújo, que pediu demissão na semana passada. Baldy é aprovado pelo presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), com quem o peemedebista se reuniu no último sábado (18). Atualmente, o parlamentar é filiado ao Podemos, mas ele decidiu sair do partido em agosto e está de malas prontas para entrar no PP. Com isso, o “centrão”, que reivindica mais espaço no governo, deve ser contemplado, em troca de votos para apoiar a reforma da Previdência. Para o posto hoje ocupado por Imbassahy deve ser nomeado ex-ministro de Transportes João Henrique de Almeida Sousa, presidente do Conselho Nacional do Sesi. Cotado para um posto de articulação política, ele é visto por alguns com alguém com boa circulação entre os parlamentares, pois já foi deputado e quarto secretário da Câmara. A expectativa é de que o ministro Aloysio Nunes (PSDB-SP) permaneça na pasta das Relações Exteriores.

Nenhum comentário: