PROMOÇÃO

quinta-feira, 15 de março de 2018

Destaque em Justiça: Promotor é punido por faltar 40 dias ao trabalho sem justificativa



O Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP) suspendeu um promotor de Justiça do Distrito Federal por faltar 40 dias úteis em um ano, sem justificativa. O plenário do CNMP estipulou o prazo de 45 dias para a suspensão do promotor por abandono de cargo. O promotor de Justiça alegou que sua ausência ocorreu por problemas de saúde. Entretanto, segundo o entendimento do conselheiro-relator, Luciano Nunes Maia, os documentos apresentados pelo membro não são suficientes para justificar as faltas. Leia essa e outras notícias na coluna Justiça!

Nenhum comentário: