PROMOÇÃO

quarta-feira, 25 de abril de 2018

METEOROLOGIA Chuvas reduzidas e localizadas no Ceará

 

Iguatu. As chuvas permanecem reduzidas no Ceará. A Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme) registrou, entre as 7h de segunda-feira e 7h de ontem, precipitações em 46 municípios, a maioria do Baixo Jaguaribe, Litoral Leste e Região Metropolitana de Fortaleza (RMF). As três maiores foram em Limoeiro do Norte (78mm), Morada Nova (63mm) e Aquiraz (47mm).

O afastamento da Zona de Convergência Intertropical (ZCIT), uma imensa banda de nuvens formada pela confluência dos ventos alísios dos hemisférios Norte e Sul, interfere diretamente na redução das chuvas no Ceará, nessa época do ano. A Funceme prevê para hoje tempo com nebulosidade variável e possibilidade de chuva no Centro-Norte e Centro-Sul do Estado.

O meteorologista da Funceme, Raul Fritz, explicou que é comum durante a quadra chuvosa ocorrência de períodos de maior intensidade e de redução pluviométrica intercalados ou até mesmo veranicos. Até a primeira quinzena deste mês, houve fortes chuvas, mas depois verificou-se uma diminuição.

Segundo a Companhia de Gestão dos Recursos Hídricos (Cogerh) houve aporte de 20 milhões de m³ de segunda-feira para ontem, em 56 açudes. O volume médio acumulado nos 155 açudes monitorados pela Cogerh subiu para 16,12%. Há 17 sangrando, 24 no volume morto e sete secos. Um total de 85 está com volume abaixo de 30%. No início da atual quadra chuvosa, o nível médio dos reservatórios monitorados no Ceará era de 7,2%. Apesar de reduzidos, os aportes continuam em quase todas as bacias hidrográficas. O Castanhão, maior do Ceará, registrava, ontem, 8,23%.

Honório Barbosa - Colaborador
Diario do Nordeste

Nenhum comentário: