PROMOÇÃO

quinta-feira, 19 de abril de 2018

Presidente do Senado diz que Aécio se defenderá e que ninguém é imune à investigação

Foto: Jonas Pereira / Agência Senado

O senador Cássio Cunha Lima (PSDB), atual presidente em exercício do Senado, afirmou que a lei é para todos e que, na República, ninguém está imune a investigação. A afirmação feita pelo tucano no final da tarde desta terça-feira (17) se referiu ao correligionário Aécio Neves se tornar réu no Supremo Tribunal Federal (STF) por corrupção passiva e obstrução de Justiça (veja aqui). Para Cássio, o PSDB vê com naturalidade as decisões do Judiciário, pois sempre defendeu a independência das investigações, como uma forma de amadurecimento das instituições e da democracia. De acordo com o senador, é importante que o Judiciário tenha a garantia de funcionar dentro de suas competências legais. Ele destacou, no entanto, que a investigação não pode ser confundida com a condenação prévia e que Aécio se defenderá diante do STF. “Estamos construindo um Brasil onde a lei e a Justiça devem servir para todos. Portanto, é preciso acatar a decisão do Supremo Tribunal Federal”, declarou.

Nenhum comentário: