PROMOÇÃO

terça-feira, 29 de maio de 2018

Governo federal deve aumentar impostos para compensar desconto no diesel

Foto: Valter Campanato/ Agência Brasil

O ministro da Fazenda, Eduardo Guardia, disse nesta segunda-feira (28) que deve haver aumento de impostos ou redução de benefícios existentes para compensar a redução de tributos sobre o diesel. Neste domingo (27), o presidente Michel Temer anunciou um desconto de R$ 0,46 no valor do combustível atender a um pedido dos caminhoneiros e tentar encerrar a greve nacional da categoria (veja mais), que já está em seu oitavo dia e provoca problemas de abastecimento em todo o país. Em entrevista à TV Globo, Guardia estimou que essa medida vai custar R$ 9,5 bilhões aos cofres públicos. "A redução de imposto tem que ser compensada com outro tributo. Ao invés de tributar PIS/Cofins, vou tributar outras coisas. As medidas podem ser majoração de impostos, eliminação de benefícios hoje existentes. O importante é que gerem o recurso necessário para a compensação", declarou o ministro. Segundo ele, a compensação é exigida pela Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF) quando o governo abre mão de uma receita.

Nenhum comentário: