PROMOÇÃO

sábado, 26 de maio de 2018

LATROCÍNIO Economista é assassinada a caminho do trabalho

Resultado de imagem para plantao policial
Uma mulher identificada como Lilian Mara de Oliveira Mesquita, de 36 anos, foi executada, na manhã dessa sexta-feira, em frente à casa em que ela residia, na Av. Francisco Sá, localizada no bairro Alvaro Weyne, em Fortaleza. Lilian Mara, de acordo com testemunhas, teria sido vítima de um latrocínio (roubo seguido de morte). De acordo com a Polícia Civil, o crime ocorreu por volta das 5h40, quando um homem armado abordou a economista no momento em que ela subia no ônibus da empresa em que trabalhava, levando a bolsa e outros pertences da vítima, e atingindo Lilian Mesquita com disparos de arma de fogo. Conforme a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), na ocasião, o suspeito contou com o apoio de um adolescente, apontado como um suposto comparsa. O órgão não divulgou o nome da dupla. O motorista que conduzia o veículo que levava os funcionários à empresa afirmou que a vítima não reagiu ao assalto. Contudo, por conta do susto, virou-se rapidamente no momento da abordagem e posteriormente ouviu os tiros. A irmã da vítima, Dayse de Oliveira, define como cruel e grotesca a forma como a dupla fez o ataque. Ela afirma que a economista encontrava-se em uma fase da vida extremamente feliz, que havia realizado uma viagem internacional, e que fazia planos para o futuro, como o recebimento da casa própria, que ia acontecer no início de 2019. "Infelizmente, não deu tempo".

Capturas

O suspeito maior de idade foi preso no Município de São Gonçalo do Amarante. A captura do adolescente foi realizada na Barra do Ceará, em Fortaleza. (Colaborou Itallo Rocha)


Diario do Nordeste

Nenhum comentário: