PROMOÇÃO

sábado, 19 de maio de 2018

Licenças sem justificativa custam ao Senado quase R$ 1,5 milhão em 3 anos

Foto: Pedro França / Agência Senado

Quase todos os senadores já utilizaram a chamada "licença para atividade parlamentar" em três anos de legislatura, de acordo com levantamento do G1 divulgado nesta sexta-feira (18). Nesse período, 76 senadores atualmente no exercício do mandato e outros 13 que em algum momento exerceram o mandato solicitaram o benefício, que permite faltar a uma sessão deliberativa sem apresentar justificativa e sem desconto no salário. Ao todo, foram contabilizadas 1.320 ausências e o Senado pagou R$ 1,48 milhão por elas. O levantamento do G1 considerou as sessões deliberativas ordinárias realizadas desde o início de 2015, quando começou a atual legislatura.

Nenhum comentário: