PROMOÇÃO

sexta-feira, 27 de julho de 2018

ENTREGUE AO TSE Lista do TCU tem 34 inelegíveis do Ceará

Relação divulgada pelo órgão de controle expõe gestores públicos que tiveram as contas julgadas irregulares



Brasília. O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Luiz Fux, recebeu, ontem, uma lista com 7.431 nomes de gestores públicos que tiveram as contas rejeitadas por tribunais de contas por irregularidades insanáveis. Desse total, 34 nomes são de cearenses listados como inabilitados, ou seja, que não podem concorrer, por terem seus processos transitados em julgado. Outros 341 nomes do Estado do Ceará ainda podem contestar a inclusão de seus nomes na lista do TCU.

O site do TSE publicou, ontem, a relação para que o Ministério Público Eleitoral (MPE), partidos e coligações possam impugnar eventuais candidaturas de quem estiver com restrições.

As contestações poderão ser feitas na Justiça Eleitoral a partir do dia 15 de agosto, quando termina o período de pedido de registro das candidaturas. De acordo com Lei de Inelegibilidades (LC 64/1990), conhecida como Lei da Ficha Limpa, quem exerceu cargo ou função pública e teve as contas de sua gestão rejeitadas, e não há mais como recorrer da decisão, não pode se candidatar a um cargo eletivo.

Os gestores que se encontram nessa situação já estão considerados inabilitados para a disputa de deste ano, caso em que se enquadram os 34 cearenses.

Dentre eles, um dos mais conhecidos é o ex-prefeito de Juazeiro do Norte, Raimundo Antonio de Macêdo, conhecido como Raimundão, hoje apontado pelo MDB como um dos seus candidatos a deputado estadual.

Além da relação dos políticos inabilitados, a relação do TCU traz ainda vários outros nomes considerados como "inidôneos", inclusive de empresas.


Com Blog Edison Silva
Diario do Nordeste

Nenhum comentário: