PROMOÇÃO

segunda-feira, 13 de agosto de 2018

INÍCIO DA CORRIDA ELEITORAL Candidatos preparam investidas de campanha

Eles estão fechando as agendas dos primeiros dias da disputa e querem divulgar seus programas de governo


Ailton Lopes (PSOL), Camilo Santana (PT), Francisco Gonzaga (PSTU), General Theophilo (PSDB), Hélio Gois (PSL) e Mikaelton Carantino (PCO) FOTOS: Arquivo DN/APEOC
01:00 · 13.08.2018

Os seis candidatos ao Governo do Estado correm contra o tempo com o objetivo de preparar suas agendas para a campanha eleitoral deste ano, que começa oficialmente nesta quinta-feira (16). Enquanto alguns já estão concluindo as instalações dos comitês centrais, outros se articulam na construção de atividades em busca de visitar o máximo de municípios cearenses durante os 45 dias de disputa.

O Ceará tem seis nomes homologados por seus partidos para disputar o Governo do Estado em 2018: o atual governador, Camilo Santana (PT), que tenta reeleição; o general Guilherme Theophilo (PSDB), o bancário Ailton Lopes (PSOL), o advogado Hélio Gois (PSL), o operário Francisco Gonzaga (PSTU) e o professor Mikaelton Carantino (PCO). Este último, embora a legenda não tenha diretório ou comissão provisória com registro no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), foi oficializado em convenção partidária. Apesar de a maioria ainda não ter fechado agenda para os próximos dias, já a partir do dia 16 eles devem iniciar atividades de campanha.

Coordenador da campanha de Camilo Santana, o chefe da Casa Civil, Nelson Martins, afirmou que ainda não há definição sobre as primeiras incursões do candidato petista já na quinta-feira, mas o objetivo do governador é comparecer ao máximo de municípios possíveis. Segundo ele, além de Camilo, a vice-governadora Izolda Cela e os candidatos ao Senado Cid Gomes (PDT) e Eunício Oliveira (MDB) participarão de atividades em comum para demonstrar entrosamento entre as chapas governistas.

"Temos as agendas dos deputados federais e estaduais e vamos contar com um apoio forte da nossa militância. Estamos programando, durante o início da campanha, alguns encontros com setores sociais organizados, como já fizemos previamente na pré-campanha", detalhou. Reuniões do governador com prefeitos, vereadores e lideranças sociais e sindicais também serão marcadas nos próximos dias.

Debates

Boa parte da agenda de Camilo Santana será preenchida com participação em debates políticos, bem como com a gravação de programas para TV e inserções, uma vez que ele terá mais de seis minutos diários no horário eleitoral. O governador, porém, continuará exercendo suas funções de chefe do Poder Executivo e sua campanha acontecerá em horários fora do expediente, como logo cedo da manhã, ao meio-dia, no período da noite e nos fins de semana.


A executiva nacional do PT, segundo o coordenador da campanha, ainda não definiu como será feita a distribuição dos recursos para a campanha, mas a legenda no Ceará, segundo Martins, espera que "sejam destinados recursos significativos para os candidatos a governador".

Também devem participar da equipe de coordenação da campanha de Camilo Santana, além de Cid e Nelson, o prefeito Roberto Cláudio e o presidente da Assembleia Legislativa, Zezinho Albuquerque, do PDT. O comitê central do petista, localizado na Avenida Sebastião de Abreu, no Cocó, deve ser inaugurado na próxima semana.

O candidato do PSDB, general Guilherme Theophilo, terá como coordenador logístico da campanha o coronel Vilemar Ferreira Júnior. O ex-governador Lúcio Alcântara estará na coordenação política. De acordo com eles, o comitê de campanha do tucano será instalado em uma antiga fábrica de refrigerantes no cruzamento da Avenida Heráclito Graça com a Rua João Cordeiro, no Centro. Na sexta-feira, o postulante se encontrou com lideranças do partido no Município de Beberibe e, no sábado, participou de caminhada na feira pública de Cascavel.

O tucano ainda está concluindo o plano de governo, que deve ser apresentado após a instalação do comitê. Nos primeiros dias de campanha, ele pretende intensificar presença na Região Metropolitana de Fortaleza e no Interior do Estado com o senador Tasso Jereissati (PSDB) e o deputado Capitão Wagner (PROS). O PSDB nacional também não definiu quanto repassará de recursos para a candidatura. O presidenciável Geraldo Alckmin (PSDB) deve definir agendas nos estados a partir desta semana, incluindo o Ceará.

O candidato do PSOL, Ailton Lopes, informou que a agenda da primeira semana de campanha deve ser concluída hoje, a partir das 14 horas, quando o partido também apresentará seu programa de governo. O comitê de campanha funcionará na sede da sigla, na Avenida do Imperador, no Centro.

Recursos

A coordenação política da candidatura ficará a cargo do ex-vereador João Alfredo (PSOL). Ailton Lopes afirmou ainda que, do fundo para financiamento das eleições, o PSOL deve receber apenas R$ 100 mil. "A gente vai visitar todo lugar onde exista resistência, luta e apoio às nossas pautas", disse o candidato.

A inauguração do comitê do candidato do PSL, Hélio Gois, está marcada para o dia 16. O equipamento será instalado na Avenida Washington Soares, de acordo com a assessoria do candidato. Na ocasião, ele pretende fazer reunião com empresários e, no dia seguinte, deve gravar vídeos para a campanha.

Já Francisco Gonzaga, do PSTU, utilizará a sede do partido, na Rua Juvenal Galeno, no Benfica, como comitê. A partir do dia 16, o candidato inicia uma série de atividades no Estado, a começar pela Praça da Estação, no Centro de Fortaleza. No dia 18, Gonzaga está agendando atividade em Iguatu. De acordo com a assessoria, a legenda deve receber R$ 26 mil do fundo eleitoral para a campanha.

Diario do Nordeste

Nenhum comentário: