PROMOÇÃO

quinta-feira, 27 de setembro de 2018

Ofensiva nacional prende 33 pessoas no Cariri

A ação foi deflagrada em todos os estados e no Distrito Federal. No Ceará, foi iniciada no Cariri, principalmente em Juazeiro do Norte ( Foto: Antonio Rodrigues )

Pelo menos, 33 pessoas foram detidas, em todo o Estado, durante a ‘Operação Midas’, deflagrada durante o dia de ontem, pela Polícia Civil do Ceará. Os presos são suspeitos de cometerem crimes de latrocínio e roubo. Cerca de 470 policiais civis participaram das abordagem, entre delegados, escrivães e inspetores. A operação está prevista para termina hoje. 

As informações são da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS). Além dos mandados de prisão, diversos mandados de busca e apreensão foram cumpridos no Estado, em razão da ofensiva. As ordens judiciais começaram a ser cumpridas no Cariri, principalmente em Juazeiro do Norte.

Balanço

A operação foi deflagrada em todos os estados brasileiros e no Distrito Federal. Ainda ontem, 333 pessoas haviam sido presas por diversos crimes, como latrocínio, tráfico de drogas, homicídios e roubos. Desse total, 116 são suspeitos de terem cometidos roubos, três suspeitos de latrocínio, 154 suspeitos por outros crimes e 60 foram detidos em flagrante. Cerca de 3.745 policiais civis participaram da ação em todo o território nacional.

A operação foi coordenada pelo Sistema Único de Segurança Pública (Susp), que funciona dentro do Ministério da Segurança Pública. O nome ‘Midas’ faz referência ao conto do rei que tocava nas coisas e as transformava em ouro, sendo a ganância seu principal mal, tal qual é o objetivo do autor dos crimes de roubo e latrocínio.

Diario do Nordeste

Nenhum comentário: