PROMOÇÃO

sábado, 24 de novembro de 2018

Cirurgia para retirar bolsa de colostomia de Bolsonaro deve acontecer apenas em 2019

Foto: Valter Campanato / Agência Brasil

A cirurgia para retirar a bolsa de colostomia do presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) foi adiada e deve acontecer apenas em 2019. O procedimento estava previsto para acontecer no dia 12 de dezembro, dois dias após sua diplomação.

O adiamento foi informado em boletim médico divulgado pelo Hospital Albert Einstein nesta sexta-feira (23). De acordo com o texto, Bolsonaro será reavaliado em janeiro para definição do momento ideal da cirurgia.

"Encontra-se bem clinicamente e mantém ótima evolução, porém os exames de imagem ainda mostram inflamação do peritônio e processo de aderência entre as alças intestinais. A equipe decidiu em reunião multiprofissional postergar a realização da reconstrução do trânsito intestinal", justifica o boletim.

Nenhum comentário: