PROMOÇÃO

sábado, 29 de dezembro de 2018

Edson Fachin homologa delação premiada que atinge Renan Calheiros

Foto: Nelson Jr. / SCO / STF

O ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF), homologou a delação premiada do lobista Jorge Luz. De acordo com informações do jornal O Globo, o delator disse à Procuradoria-Geral da República (PGR) que fez pagamentos milionários de propina ao senador Renan Calheiros (MDB-AL) e ao seu grupo político.

O acerto prevê um ressarcimento de aproximadamente R$ 40 milhões aos cofres públicos. O valor é calculado com base nos crimes e nos repasses de valores indevidos feitos. O acordo é mantido sob sigilo pelo STF.

A delação premiada foi negociada por mais de um ano antes de ser assinada pela PGR no início de novembro. Este é o primeiro acordo capitaneado pela Operação Lava Jato de Curitiba assinado pela equipe da atual procuradora-geral da República, Raquel Dodge. Ainda de acordo com O Globo, a lentidão na assinatura vem sendo criticada por procuradores.

Nenhum comentário: