PROMOÇÃO

sábado, 19 de janeiro de 2019

Suspeito morre e dois ficam feridos após tiroteio com PM em praia da Grande Natal

Caso aconteceu na madrugada desta sexta-feira (18) na praia de Santa Rita, em Extremoz. Segundo polícia, homens fugiam de arrastão e levavam dono de imóvel como refém.


Assaltantes arrombaram porta de casa na praia de Santa Rita, na Grande Natal, a chutes, segundo a polícia — Foto: Kleber Teixeira/Inter TV Cabugi

Um suspeito morreu e outros dois ficaram feridos após uma troca de tiros com a Polícia Militar na madrugada de sexta-feira (18) na praia de Santa Rita, na Grande Natal. O caso aconteceu após um arrastão a um imóvel. Uma das vítimas ficou refém dos assaltantes e estava com eles na hora do tiroteio. Um suspeito conseguiu fugir.

Segundo a polícia, o arrastão foi realizado por volta de 1h e envolveu seis criminosos. Um deles dirigia um veículo que deixou cinco pessoas em frente à casa e fugiu em seguida. Os cinco arrombaram a porta da casa a chutes e acordaram os cinco ocupantes do imóvel - um casal, uma filha e dois primos, que dormiam.

Segundo a polícia, os criminosos reviraram a casa, e levaram dois aparelhos de televisão, celulares, além de outros objetos de valor. Uma motocicleta e um carro dos moradores também foram levados.

Os criminosos, então, se dividiram. Dois seguiram na moto e outros três no carro, com o dono da casa como refém. Em um determinado ponto da fuga, a motocicleta parou porque o tanque estava na reserva e o combustível acabou. Os dois assaltantes também foram para o carro.

No caminho, os assaltantes se depararam com uma viatura da Polícia Militar que já tinha sido acionada. Eles atiraram contra os PMs, que reagiram e acabaram atingindo um dos suspeitos, que morreu. Outros dois também ficaram feridos e encaminhados ao Pronto-Socorro Clóvis Sarinho, onde estão internados. Os outros dois foram presos em flagrante e autuados.

Carro de vítima de arrastão, levado por assaltantes que trocaram tiros com a PM no litoral potiguar — Foto: Kleber Teixeira/Inter TV Cabugi

Por G1 RN

Nenhum comentário: