PROMOÇÃO

sábado, 9 de fevereiro de 2019

Flamengo cede imagens das arcadas dentárias ao IML para agilizar identificação dos corpos

Quatro vítimas já foram reconhecidas, e duas delas, liberadas. Desenho dos dentes facilita o trabalho de legistas, que podem dispensar exame de DNA para os outros seis corpos.

Incêndio no CT do Flamengo deixa dez mortos e três feridos

O Flamengo entregou ao Instituto Médico-Legal do Rio imagens das arcadas dentárias dos 10 jovens mortos no incêndio do Ninho do Urubu para agilizar a liberação dos corpos.

Nove das 10 vítimas foram encontradas carbonizadas no alojamento que pegou fogo nesta sexta (8) - não há informações sobre como o 10º corpo estava.

Às 9h, o presidente do Flamengo, Rodolfo Landim, chegou à sede da Gávea para reunião de crise.

Rodolfo Landim chega à sede do Flamengo na Gávea — Foto: Andressa Gonçalves/GloboNews

Quatro corpos foram identificados até as 8h deste sábado:

Arthur Vinícius de Barros Silva Freitas, liberado do IML na madrugada. O enterro será neste sábado em Volta Redonda (RJ);
Bernardo Pisetta, ainda no IML;
Pablo Henrique da Silva Matos, identificado por impressões digitais e liberado do IML na madrugada. O enterro será neste sábado em Oliveira (MG);
Victor Isaías, ainda no IML.

Ainda precisam ser identificados para liberação:

Athila Paixão, de 14 anos;
Christian Esmério, 15 anos;
Gedson Santos, 14 anos;
Jorge Eduardo Santos, 15 anos;
Rykelmo de Souza Vianna, 16 anos;
Samuel Thomas Rosa, 15 anos.

Com os desenhos dos dentes cedidos pelo Flamengo, porém, não seria preciso fazer exame de DNA nestes seis corpos, o que poderia levar semanas - mas o teste genético não está descartado, caso arcadas estejam comprometidas.

Treze jovens escaparam sem ferimentos.




Quem são os 10 garotos mortos no incêndio do CT do Flamengo — Foto: Arte/G1

Relembre a tragédia

O INCÊNDIO

A tragédia aconteceu no fim da madrugada de sexta (8) no Ninho do Urubu, como é conhecido o Centro de Treinamento Jorge Helal, em Vargem Grande, Zona Oeste do Rio;
Foram dez mortos e três feridos. Treze escaparam ilesos;
No alojamento, dormiam garotos de 14 a 17 anos dos times juniores do Flamengo;
Por causa do temporal da última quinta (7), que deixara o Ninho do Urubu sem luz, treinos foram cancelados. Com isso, jovens que tinham residência no Rio puderam dormir em suas casas;
O incêndio começou às 5h07 em um dos seis módulos de contêineres adaptados para dormitórios. A hipótese mais provável é um curto-circuito em um ar-condicionado;
Imagens obtidas pela TV Globo mostram jovens saindo do alojamento quando o fogo já ardia em um dos quartos. Câmeras de segurança registraram ainda explosões e muita fumaça. Tentativas de debelá-lo com água de bebedouros e extintores foram em vão;
Bombeiros chegaram rapidamente, mas já encontraram os contêineres envoltos em chamas. O fogo foi apagado às 6h30;
Três atletas foram levados para o Hospital Municipal Lourenço Jorge, na Barra. Em estado mais grave está Jhonatan Ventura, com queimaduras em um terço do corpo;
Dez jovens foram encontrados sem vida. Todos vieram de fora da cidade do Rio.

A INVESTIGAÇÃO

Tanto a Prefeitura do Rio quanto o Corpo de Bombeiros do RJ afirmam que o CT do Flamengo tem pendências no licenciamento;
Segundo os bombeiros, o Ninho do Urubu ainda não tem o Certificado de Aprovação, que atesta o esquema contra incêndios. A corporação afirma que a documentação está em processo de regularização;
Já a prefeitura informou que o dormitório não tem licença. "A área de alojamento atingida pelo incêndio não consta do último projeto aprovado pela área de licenciamento, no dia 5 de abril de 2018, como edificada", diz em nota. "No projeto protocolado, a área está descrita como um estacionamento", frisa a prefeitura;
O município acrescentou que a atual licença do CT tem validade até 8 de março deste ano e que "não há registros de novo pedido de licenciamento da área para uso como dormitórios";

Por Paulo Mario Martins, TV Globo

Nenhum comentário: