segunda-feira, 4 de fevereiro de 2019

Justiça mantém presos engenheiros que atestaram segurança de barragem

Foto: Divulgação/ Corpo de Bombeiro

O desembargador do Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJ-MG), Pedro Vergara, manteve presos os dois engenheiros da empresa TÜV SÜD, que atestou a segurança da barragem que rompeu em Brumadinho, Minas Gerais.

André Yassuda e Makoto Mamba foram presos no dia 29 de janeiro, junto com três funcionários da Vale, que também tiveram os habeas corpus negados, pelo desembargador Marcílio Eustáquio Santos. 

Segundo o G1, as três decisões citam que os funcionários são investigados por suposta prática de crimes ambientais, homicídios qualificados e falsidade ideológica

Nenhum comentário: