domingo, 28 de abril de 2019

Quebra-quebra na estação da Sé acaba com oito feridos e um preso em São Paulo

Foto: Reprodução / Folhapress

Um homem de 23 anos foi preso após uma briga generalizada na tarde desta sexta-feira (26), na estação Sé do Metrô, no centro de São Paulo. 

Segundo a Polícia Civil, o homem foi indiciado por quebrar um corrimão, placas de sinalização e apedrejar um dos agentes de segurança. 

De acordo com o boletim de ocorrência registrado na Delpom (Delegacia do Metropolitano), a confusão começou depois que moradores de rua que estavam na praça da Sé foram para a estação do Metrô se abrigar da chuva. 

Segundo o boletim, os moradores atrapalharam o fluxo de passageiros e começou uma discussão que logo virou uma briga generalizada. 

Funcionários do metrô ouvidos pela reportagem dizem que o tumulto começou quando um grupo de ao menos dez pessoas entrou na estação com pedaços de pau e pedras. Testemunhas disseram que foi um ato de retaliação. Pouco antes, um agente de segurança teria agredido um morador de rua que pedia dinheiro lá dentro.

Na confusão, dois guichês de venda de bilhetes tiveram as janelas quebradas, e a maior parte dos terminais de autoatendimento foram depredados. Três catracas foram danificadas e precisaram ser interditadas. A confusão só foi apartada com a chegada da PM.

Sete agentes de segurança do Metrô e um morador de rua teriam se ferido e foram socorridos a hospitais próximos. 

A polícia deve usar as imagens das câmeras da estação para investigar se há mais pessoas responsáveis pela confusão. 

Em nota, o Metrô disse que na tarde de sexta-feira houve "um conflito entre um grupo de moradores de rua, que consumiam drogas, e agentes de segurança do Metrô".



por Folhapress

Nenhum comentário: