quinta-feira, 2 de maio de 2019

Irmãos são assassinados a tiros dentro de casa em Caucaia-CE


Artur e Miguel foram executados dentro de casa, no bairro Parque Soledade, na madrugada de hoje

Os corpos dos dois irmãos ficaram estendidos na residência 

Dois irmãos foram mortos a tiros, na madrugada desta quinta-feira (2), no Município de Caucaia, na Região Metropolitana de Fortaleza. A casa em que eles moravam, no bairro Parque Soledade, foi invadida pelos assassinos por volta de 3h30, segundo a Polícia. Os dois rapazes, conhecidos como “Irmãos Cred”, atuavam como agiotas e um deles havia saído recentemente do presídio, usando uma tornozeleira eletrônica.

De acordo com as autoridades, Artur e Miguel estavam dormindo quando os criminosos conseguiram arrombar os portões da casa e invadiram o local. Armados com pistolas, eles dispararam vários tiros nas vítimas que haviam acordado assustadas com o barulho do arrombamento. Os dois tombaram mortos na sala da casa, com tiros na cabeça.

Para a Polícia, a morte dos irmãos pode ter sido um “acerto de contas”. Artur era conhecido em Caucaia por levar uma vida de ostentação, gastando muito dinheiro em festas, patrocinando bandas de forró, eventos de vaquejadas e exibindo joias e dinheiro. Nas redes sociais, os irmãos fizeram vários vídeos em que literalmente comiam notas de R$ 100,00 como tira-gosto. Também eram vistos na companhia de artistas famosos do forró cearense.

Queima de arquivo?

Para a Polícia não resta nenhuma dúvida de que se tratou de uma dupla execução sumária. Miguel pode ter sido eliminado por “queima de arquivo”, já que testemunhou o irmão ser fuzilado dentro da residência.

Os corpos dos irmãos assassinados foram recolhidos pelas equipes da Perícia Forense do Ceará (Pefoce) que atenderam à ocorrência. Policiais civis do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) e da Delegacia Plantonista Metropolitana de Caucaia.

Ainda de acordo com a Polícia, Artur havia saído do presídio usando tornozeleira eletrônica após ser preso por porte ilegal de arma de fogo.


Fonte:Fernando Ribeiro

Nenhum comentário: