terça-feira, 18 de junho de 2019

Taxistas bloqueiam Avenida Barão de Studart durante manifestação no entorno da sede do governo do Ceará

Categoria quer ser atendida por Camilo Santana e pedir que ele atue em favor da aprovação de um Projeto de Lei que regulamente a profissão.


Taxistas do interior do Ceará querem uma reunião com o governador Camilo Santana. — Foto: Halisson Ferreira/TV Verdes Mares

Taxistas de diversas cidades do interior do Ceará realizam manifestação no entorno do Palácio da Abolição, no Bairro Meireles, em Fortaleza, no início da manhã desta terça-feira (18). Os motoristas chegaram ao local em comboio durante a madrugada.

Os motoristas primeiramente ocuparam os dois sentidos da Avenida Barão de Studart. Após conversas com agentes de segurança, os taxistas liberaram a avenida e ocupam no início da manhã a Rua Tenente Benévolo. Os carros estão estacionados também na Rua Silva Paulet.

De acordo com o taxista Francisco Luduíno Maia Nobre, presidente da cooperativa de taxistas intermunicipais de Quixadá, o ato tem como objetivo reivindicar do governado do estado, Camilo Santana, que ele atue em favor da aprovação de um projeto de lei que regulamenta o fretamento de táxi para transporte intermunicipal. “Queremos que o governador nos receba para ele tomar uma decisão e sancionar nossa lei”, afirma.

Conforme Nobre, o táxi intermunicipal traria benefícios para os motoristas e clientes. “O táxi intermunicipal é um táxi diferenciado, que faz o trajeto direto da cidade de origem para a capital e vice-versa. É um táxi compartilhado, que pode levar vários clientes ao mesmo tempo”, explica.

Participam da manifestação taxistas dos municípios de Quixadá, Quixeramobim, Paraipaba, Fortim, Canindé, Miraíma, Itapajé, Trairi e Fortim, entre outros.

Agentes da Autarquia Municipal de Trânsito e Cidadania (AMC) estão no local para auxiliar o trânsito na região.

Projeto de Lei engavetado


O projeto de lei começou a tramitar no ano de 2013 na Assembleia Legislativa do Ceará. De autoria da deputada Rachel Marques (PT), a indicação propõe a autorização do serviço de táxi intermunicipal no Estado.

O projeto considera serviço de táxi qualquer espécie de transporte remunerado de passageiros em veículos do tipo passeio ou pequenos utilitários, com capacidade para transportar até sete pessoas, incluindo o motorista. O texto permitirá ainda o uso de veículos de luxo, blindados, adaptados ao transporte de pessoas com deficiência e outros com características especiais.

Por G1 CE

Nenhum comentário: