sábado, 20 de julho de 2019

Governadores da Paraíba e do Maranhão respondem ataque de Bolsonaro

Foto: Marcos Corrêa/PR

Os governadores do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), e da Paraíba, João Azevêdo (PSB), se posicionaram contra os ataques sofridos pelo presidente Jair Bolsonaro, nesta sexta-feira (19). O capitão da reserva chamou os governantes nordestinos de “Paraíba” a firmou que o maranhense era “o pior de todos” (leia mais aqui). 

Para Dino, a fala de Bolsonaro de que “não daria nada para esse cara” reflete uma “orientação administrativa gravemente ilegal”. “Independentemente de suas opiniões pessoais, o presidente da República não pode determinar perseguição contra um ente da Federação. Seja o Maranhão ou a Paraíba ou qualquer outro Estado. “Não tem que ter nada para esse cara” é uma orientação administrativa gravemente ilegal”, escreveu no Twitter.

Azevêdo disse que os estados brasileiros precisam da atenção do governo federal. “A respeito das declarações do presidente Jair Bolsonaro, quero dizer que condenamos toda e qualquer postura que venha ferir os princípios básicos da unidade federativa e as relações institucionais deles decorrentes”, postou.


por Matheus Caldas


Nenhum comentário: