Foto: Reprodução / Twitter

O italiano Cesare Battisti disse durante seu voo da Bolívia para a Itália que estava cansado de fugir após passar 40 anos foragido. De acordo com o jornal Corriere della Serra, a declaração foi dada a investigadores que o acompanhavam no avião.

"Eu não aguentava mais fugir. Eu sabia que a contagem regressiva tinha começado e me perguntava quando terminaria. Eu estava cansado", disse Battisti durante a viagem. Acusado de cometer quatro assassinatos na Itália durante a década de 70, ele foi preso no último domingo na Bolívia.

Durante o voo, ele admitiu ainda que é culpado, mas não por todos os crimes que o acusam. "Sou culpado, e isso não se discute. Mas não sou culpado de tudo aquilo por que fui acusado. Não, não sou", declarou o italiano, que deve cumprir prisão perpétua.