Foto: Reprodução / EBC

O rombo do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) registrou crescimento de 3,2% em 2018 em comparação com 2017, considerado dados corrigido pela inflação. De acordo com a Folha de S. Paulo, as despesas da Previdência Social superaram a arrecadação em R$ 195,2 bilhões, sendo que em 2017 o déficit foi de R$ 182,4 bilhões. Sem considerar a inflação, a alta, portanto, foi de 7,0%.

A previsão para 2019 é de que o rombo chegue aos R$ 218 bilhões no INSS, segundo o governo.

O déficit foi divulgado pelo Tesouro Nacional nesta terça-feira (29), e se refere ao Regime Geral da Previdência Social (RGPS), que inclui as contas de aposentadorias, pensões e auxílios a trabalhadores da iniciativa privada.