Ceará deve ter chuvas 'em torno da normalidade' de março a maio, aponta Funceme

A avaliação mostra 40% de probabilidade de chuvas em torno da normalidade climatológica.


Previsão da Funceme para o trimestre de março a maio é de chuva dentro da normalidade no Ceará. — Foto: João Mendes Campos/Arquivo Pessoal

O prognóstico de chuvas da Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme) para o próximo trimestre, que corresponde de março a maio de 2019, indica maior probabilidade de chuvas em torno do normal. Os dados foram divulgados na tarde desta quinta-feira (28). A avaliação mostra 40% de probabilidade de chuvas em torno da normalidade climatológica, 35% para a categoria abaixo da média e 25% acima dela. As variações tendem a ser maiores nas faixas litorâneas do estado, enquanto no Centro-Sul do Ceará, a probabilidade deve ser abaixo do normal, conforme já indicado no prognóstico anterior. De acordo com a Fuceme, o cenário caracteriza um El Niño de fraca intensidade, um dos fatores que impactam nas chuvas no Ceará. O fenômeno, que acontece no Oceano Pacífico, aquece as águas a oeste da América do Sul e colabora para afastar nuvens de chuva do estado. Além disso, a meteorologista da Funceme Meiry Sakamoto explica que “o atual padrão no oceano Atlântico indica condição favorável para o posicionamento da Zona de Convergência Intertropical (ZCIT), principal sistema indutor de chuvas durante a quadra chuvosa, sobre o norte da região Nordeste”. Em fevereiro, primeiro mês da quadra chuvosa, o balanço parcial indicou chuvas acima da média para o estado como um todo. Até esta quinta, segundo a Funceme, o observado é de 180,8 milímetros, o que representa 52,4% acima da média histórica.

Açudes

Com o volume de chuvas deste ano, pelo menos seis açudes atingiram 100% da capacidade no Ceará.

A barragem do Rio Cocó, em Fortaleza (capacidade de 5,1 milhões de m³); o Maranguapinho, em Maranguape (9,35 milhões de m³); o Germinal, em Palmácia (2,107 milhões de m³); o Tijuquinha, em Baturité (421.067 m³); o São José, em Boa Viagem (7,67 milhões de m³); e o açude Batente, em Ocara (37 milhões de m³) sangraram até o momento.

Por G1 CE

About Acopiara Alerta

Tecnologia do Blogger.