Anac apura possíveis irregularidades em aeronave que levava Gabriel Diniz

Foto: Iata Anderson Brandão Alves/Arquivo pessoal


Em nota, a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) informou que suspendou as operações do Aeroclube de Alagoas, empresa dona do avião em que estava o cantor Gabriel Diniz e os dois diretores da instituição. Todos mortos nesta segunda-feira (27), num acidente que chocou o país.

Segundo o comunicado da agência, todas as nove aeronaves do aeroclube foram interditadas para apuração das três mortes, e um processo administrativo foi aberto averiguar possíveis irregularidades no que se refere às condições do transporte que estava sendo feito. 

A aeronave, de matrícula PT-KLO, da fabricante Piper Aircraft estava registrada na categoria Instrução e não poderia prestar serviço fora da sua finalidade, incluindo o transporte remunerado de pessoas.

Caso seja verificada alguma irregularidade no processo administrativo, “os responsáveis poderão ser multados e ter licenças e certificados cassados. Além da aplicação de sanções administrativas, a ANAC pode encaminhar denúncia ao Ministério Público e à Polícia para que sejam tomadas medidas no âmbito criminal”.

About Acopiara Alerta

Tecnologia do Blogger.