Dois homens são presos suspeitos de vender camisas oficiais inéditas do Ceará furtadas durante transporte

O modelo das camisas está previsto para ser apresentado oficialmente aos torcedores nesta quinta-feira (18).


Produtos oficiais eram oferecidos em um site de venda e trocas na internet — Foto: Reprodução

A polícia realizou a prisão de dois suspeitos de comercializar na internet camisas oficiais do Ceará Sporting Club, nesta terça-feira (16) em Fortaleza. Um lote com 22 camisas foi furtado no último dia 9 de julho, durante o transporte de Minas Gerais para a capital cearense.

Em nota, o Ceará Sporting Clube lamentou o vazamento e a comercialização irregular do modelo 2019 da camisa. Mesmo com o ocorrido, o clube informou que vai manter para esta quinta-feira (18) a festa de lançamento da nova camisa.

De acordo com a polícia, o Departamento Jurídico do clube identificou que os produtos estavam sendo comercializado em um site de venda e trocas na internet. Após comunicar o caso à polícia, agentes de segurança do serviço de inteligência do 21º Batalhão de Polícia Militar (BPM) chegaram ao primeiro suspeito, 35 anos, que estava no estacionamento de um supermercado do Bairro Messejana. Ele indicou a participação de seu cunhado no esquema de venda ilegal do produto.


De posse das informações, os policiais foram até o Bairro Barroso e chegaram à residência do segundo suspeito, 43 anos, que confessou ter repassado ao cunhado três camisas oficiais do clube, mas se negou a informar a origem dos produtos.

Os dois foram conduzidos para o 26º Distrito Policial, onde foram autuados pelo crime de receptação e estão à disposição da Justiça.

Por G1 CE

About Acopiara Alerta

Tecnologia do Blogger.