Uma sucessão de ataques criminosos – com incêndios a ônibus, a veículos do transporte escolar, a carros de empresas privadas e a prédios públicos, abala moradores de cidades do Interior do Estado e da Grande Fortaleza.

As ações criminosas começaram na noite de sexta-feira, se intensificaram de domingo para segunda-feira e marcam a madrugada desta terça-feira, com incêndios a ônibus na cidade de Canindé e Jucás, onde a polícia conseguiu apreender um menor envolvido no atentado.

Os ataques criminosos mobilizaram o Governo do Estado, exigiram a suspensão da agenda que o governador Camilo Santana cumpria em São Paulo e provocaram uma reunião de emergência da cúpula da Segurança Pública. Camilo se reuniu com os secretários de Segurança Pública e da Administração Penitenciária, com os comandos das Polícias Civil, Militar, Rodoviária e do Corpo de Bombeiros para o anúncio de medidas de combate à criminalidade. O Secretário da Administração Penitenciária, Mauro Albuquerque, alertou os comandantes das polícias para ações de enfrentamento ao crime organizado.


Ônibus queimados em Canindé.


Redação Ceará Agora