Política

Depois de 580 dias preso, Lula deixa Polícia Federal, em Curitiba, após decisão do STF

Depois de 580 dias preso, Lula deixa Polícia Federal, em Curitiba, após decisão do STF

Nesta sexta-feira (08), o ex-presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva (PT) deixou a Superintendência da Polícia Federal, em Curitiba, após decisão do Supremo Tribunal Federal (STF). O ex-presidente estava preso desde 7 de abril de 2018, há exatamente 580 dias.


Lula cumpria pena de 8 anos, 10 meses e 20 dias após ser condenado em duas instâncias no caso do tríplex no Guarujá, no âmbito da Operação Lava Jato.

A defesa do ex-presidente entrou com o pedido na Justiça nesta sexta. Lula estava encarcerado desde abril de 2018 após duas condenações, em primeira e segunda instâncias, pela propriedade do tríplex do Guarujá. O juiz Danilo Pereira Júnior, da 12ª Vara Federal de Curitiba, expediu o alvará de soltura às 16h16.
Decisão do STF

Nessa quinta-feira (07), o STF decidiu, por 6 votos a 5, derrubar a possibilidade de prisão de condenados em segunda instância, alterando um entendimento que vinha sendo adotado desde 2016.


A maioria dos ministros entendeu que, segundo a Constituição, ninguém pode ser considerado culpado até o trânsito em julgado (fase em que não cabe mais recurso) e que a execução provisória da pena fere o princípio da presunção de inocência.

 Ceará Agora

About Acopiara Alerta

Tecnologia do Blogger.