Cantor sertanejo morre após bater motocicleta em poste na volta de show em Cuiabá
Ele perdeu o controle da moto, bateu no meio-fio e foi arremessado no poste.

 Cantor sertanejo morre após bater motocicleta em poste na volta de show em Cuiabá

Lindenberg de Medeiros Malaquias, conhecido como Samuel, pilotava uma motocicleta, atingiu um poste e morreu, em Cuiabá — Foto: Facebook/Reprodução



Um cantor sertanejo morreu na madrugada deste sábado (1º) depois que sofreu um acidente na Avenida Dante de Oliveira (antiga Avenida dos Trabalhadores), em Cuiabá.


De acordo com a Delegacia Especializada em Delitos de Trânsito (Deletran), Lindenberg de Medeiros Malaquias, de 29 anos, conhecido como Samuel, pilotava uma motocicleta Biz, atingiu um poste e morreu.

Dupla Gustavo e Samuel — Foto: Instagram/Reprodução


O cantor havia acabado de sair de um show em um bar sertanejo no bairro Jardim Europa, na capital mato-grossense. Ele fazia dupla com o cantor Gustavo, com quem se apresentou na noite de sexta-feira (31) no estabelecimento.


Segundo a perícia feita no local, o motociclista perdeu o controle, bateu no meio-fio e o corpo foi arremessado no poste.



Devido à gravidade dos ferimentos, ele acabou morrendo antes de ser socorrido. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi chamado, mas os médicos constaram a morte.

Moto do cantor e a ambulância do Samu no local do acidente, em Cuiabá — Foto: Deletran/Assessoria


De acordo com amigos, o cantor Samuel havia se casado há pouco tempo e a mulher dele está grávida do primeiro filho deles.


O corpo foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) de Cuiabá.

Cantor atingiu poste e morreu em Cuiabá — Foto: Deletran/Assessoria


A dupla faria um show neste sábado na cidade de Cáceres, a 220 km de Cuiabá.

Lindenberg de Medeiros Malaquias, conhecido como Samuel, pilotava uma motocicleta, atingiu um poste e morreu, em Cuiabá — Foto: Instagram/Reprodução



A morte de Samuel foi comunicada também na rede social oficial da dupla. Ainda não há informações sobre o local e horário do velório dele.

Por Brígida Mota e Denise Soares, TV Centro América e G1 MT