Camilo Santana

Durante live nesta segunda-feira (23), o governador do Ceará, Camilo Santana, informou que o presidente Jair Bolsonaro garantiu suspensão de dividas do Estado com a União por quatro meses, podem ser ampliada a seis meses. As medidas foram anunciadas após reunião com o líder do Executivo, governadores do Nordeste e a equipe de ministros, como Luiz Henrique Mandetta (Saúde) e Tarcísio Gomes de Freitas (Infraestrutura). O objetivo é garantir recursos para o pleno funcionamento do sistema de saúde público diante da pandemia do novo coronavírus (coronavírus).

Além disso, foi assegurado os repasses pelo Fundo de Participação dos Municípios (FPM) e o Fundo de Participação dos Estados (FPE). As linhas de créditos da União para o Estado também serão mantidos.


Confira o pronunciamento do governador:

CN7