A Associação dos Prefeitos do Ceará (Aprece) reuniu, na manhã desta terça-feira (17), na sede da entidade, em Fortaleza, dezenas de gestores e secretários municipais de saúde para discutir as medidas a serem adotadas para as Prefeituras se adequarem ao decreto assinado pelo governador Camilo Santana que estabelece, entre muitas medidas, o cancelamento, a partir dessa quarta-feira (18), as aulas nas unidades estaduais de ensino.

O presidente da Aprece, Nilson Diniz, destacou, ao abrir a reunião com os prefeitos, com a presença do Secretário de Saúde do Estado, Dr. Cabeto, a importância da mobilização das administrações municipais para o enfrentamento do Covid-19. Nilson disse mais cedo, em entrevista ao Jornal Alerta Geral (FM 104.3 – RMF + 25 emissoras no Interior + Internet), que a união de todos as entidades e dos governos estaduais, municipais e federal é fundamental para barrar a expansão do vírus.

Nilson afirmou, ao conversar no Jornal Alerta Geral, que as medidas oficializadas pelo Governador Camilo Santana serão seguidas pelos municípios, daí a relevância da reunião, nesta terça-feira, com o Secretário de Saúde para esclarecimentos e adoção de outras iniciativas para maior proteção dos moradores das cidades da Grande Fortaleza e do Interior contra o coronavírus.

Durante a entrevista, o presidente da Aprece manifestou, ainda, outra preocupação: a suspensão de atividades, com a diminuição do contato social e pessoal, considerada essencial nesse momento, deixará abalos na economia, com consequente queda na arrecadação tributária dos Municípios. Um quadro que, segundo Nilson Diniz, exige, também, medidas do Governo Federal.

Ceará Agora