Reservatório é responsável pelo abastecimento da Grande Fortaleza e Vale do Jaguaribe
Blog do Elber Feitosa: Subindo quase um metro em 24 horas, açude ...
O açude Castanhão subiu 0,90 metro entre esse sábado, 28, e este domingo, 29, representando 9,12% do percentual. Foram recebidos 50 milhões de m³ nesse período. O volume é um pouco menor do que o registrado no último domingo, 22, com 0,98 metro. Maior açude do Ceará, Castanhão é responsável pelo abastecimento de municípios do Vale do Jaguaribe e da Grande Fortaleza. Há 20 dias, ele estava com apenas 3,2% da sua capacidade.

Mesmo promissor, esse crescimento em menos de 24 horas é “razoável” para o Castanhão, conforme explica o diretor de Operações da Companhia de Gestão dos Recursos Hídricos (Cogerh), Bruno Rebouças. “Estamos numa crise hídrica desde 2012, então já somos habituados com anos de pequenos aportes. Subir metro em 24 horas não é difícil para o Castanhão, mas há vários anos não tínhamos subidas expressivas assim”, esclarece.

De acordo com o diretor, o crescimento ainda é pouco se comparado ao tamanho do reservatório, mas é maior que o dos últimos anos. “Nesse mesmo período, ano passado, o açude estava em 3,6% da sua capacidade, neste ano estamos em 9,12%”, contextualiza. Ele lembra que, em anos de quadra chuvosa como a de 2004, o açude enchia mais de metro por dia.

Ainda assim, o crescimento gera boas expectativas para a situação hídrica do Ceará em 2020. “A depender das chuvas, o açude vai continuar crescendo nos próximos dias. Temos que em mente que, mesmo com uma quadra chuvosa promissora, não há certeza de como vai ser. O açude está com quase 10% da sua capacidade preenchida, mas ainda é um volume muito baixo para o tamanho do reservatório”, conclui.

Dos 155 reservatórios monitorados pela Companhia de Gestão dos Recursos Hídricos (Cogerh), o Ceará tem hoje 64 açudes em situação crítica, com menos de 30% da capacidade de armazenamento.

Também nas últimas 24 horas, o Banabuiú, localizado no município de mesmo nome, subiu 0,08 metro. No mesmo intervalo de tempo, Orós, no leito do rio Jaguaribe, registrou 0,39 metro. Ao lado do Castanhão, ele tem se mantido entre os maiores aportes. Foram cerca de 15 milhões de m³ registrados nesse sábado e mais de 60 milhões de m³ registrados nos últimos sete dias.

A resenha diária do monitoramento deste domingo destaca, dentre os 33 açudes sangrando, o açude São José I, que começou a sangrar. A resenha de ontem apontou o Carnaubal, na região noroeste do Estado, também começando a verter. Apenas seis reservatórios estão com capacidade acima de 90%: Araras, Cauhipe, Do Coronel, Penedo e Santo Antônio de Aracatiaçu. A Cogerh comunicou aportes em 80 açudes, enquanto a resenha desse sábado indicou aportes em 93 reservatórios.

A Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme) registrou, neste ano, chuvas em 559 postos pluviométricos distribuídos em 184 municípios. O calendário de chuvas da Funceme aponta precipitação em 25 cidades (27 postos) neste domingo, conforme dados extraídos às 13h10min. As maiores chuvas foram em Mulungu (Posto: Mulungu, 24.0 mm), Acarape (Posto: Acarape, 22.0 mm) e Redenção (Posto: Acude Acarape Do Meio, 17.8 mm).

O POVO