O governador do Ceará, Camilo Santana, disse na terça-feira (21) que pretende implantar no estado mais de 500 novos leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) para garantir o atendimento da população contra o novo coronavírus. 

“Nós temos a meta de criar mais 556 leitos de UTI no estado, mas precisamos contratar mais profissionais. Por isso lançamos edital de chamamento público para contratar equipes para operacionalizar os leitos de UTI”, afirmou o governador em live nas redes sociais.

Além disso, o Governo do Ceará ampliou os leitos de UTI exclusivos para atendimento de pacientes com Covid-19 em 306 unidades no período de um mês. Na média, foram mais de 10 estruturas entregues por dia, reforçando o atendimento em Fortaleza e interior. São 182 UTIs na capital e 124 a mais nas demais cidades cearenses. 

Santana também afirmou que a capital deverá ter nesta quarta-feira (22) 75% de ocupação dos leitos de UTI. “Já estamos trabalhando para implantar mais 16 leitos amanhã (quarta) na capital e mais 14 no interior”. 

O governador reforçou que a busca por mitigar os efeitos do novo coronavírus e resguardar a saúde da população é uma conjunção que se dá aliando medidas efetivas e trabalho dos profissionais de saúde. 

“Diante da gravidade e complexidade dessa pandemia, temos buscado agir de forma rápida, disponibilizando os recursos necessários para a ampliação de nossa rede de saúde pública. Mais de 300 novos leitos de UTI em um mês representam um resultado muito significativo. Destaco o trabalho obstinado de nossos profissionais, que têm se dedicado dia e noite para melhorar o sistema de atendimento. O desafio é grande, mas iremos enfrentar e vencer”, acrescentou. (G1 CE)