A Prefeitura Municipal de Catarina, através de decreto que entrou em vigor neste sábado (11) e prossegue até o dia 4 de maio, podendo ser prorrogado, restringe a entrada de pessoas na cidade. Duas barreiras foram montadas nas rodovias de acesso a cidade de Catarina através da Prefeitura, Secretaria Municipal de Saúde, Vigilância Sanitária e Policia Militar. O prefeito de Catarina, Thiago Paes de Andrade, disse que a medida pode ser prorrogada com barreira sanitária nas entradas da cidade. A exceção de livre acesso é para os residentes ou pessoas que trabalhem nos estabelecimentos permitidos, e ainda para os transportes de mercadorias essenciais, ou caso de emergência.



De acordo com o decreto, moradores ou trabalhadores que ingressem no município de Catarina devem apresentar documentos comprobatórios de vínculo empregatício.

Ainda de acordo com o documento, fica determinada a apreensão do veiculo para quem descumprir as regras instituídas no decreto municipal sem a devida justificativa plausível, condicionando a liberação do mesmo mediante o pagamento de multa no valor de R$ 200, por passageiro. Também fica determinado o mesmo valor para quem descumprir a quarentena de no mínimo 14 dias.

Secretaria Municipal de Saúde