Uma criança de dois anos foi resgatada por mergulhadores do Corpo de Bombeiros na Lagoa da Maraponga, na manhã deste sábado (4). A mãe da menina está desaparecida e é procurada pela equipe no local. Familiares disseram que as duas haviam saído de casa ainda na manhã do dia anterior.

O resgate emocionou os bombeiros militares que participaram da ação, pois as primeiras informações dão conta de que a mulher teria sido vista entrando na lagoa com a criança nos braços no final da tarde de ontem (3), e só não morreu porque não afundou na água. A criança teria passado a noite boiando.

Ao ser resgatada na manhã de hoje (4), segundo os bombeiros, a menina aparentava estar em estado de choque e disse "obrigado" diversas diversas vezes a eles. Ela foi conduzida a um hospital particular. Não hão mais detalhes sobre o estado de saúde dela.

Segundo a polícia, o desaparecimento delas foi informado pelo pai da menina e marido da mulher desaparecida. Segundo o relato dele, as duas saíram de casa, no Bairro Mondubim, ainda na manhã da sexta-feira. Sem notícias das duas até a meia-noite deste sábado, informou às autoridades o desaparecimento das duas.

O veículo da família foi encontrado às margens da lagoa. Agentes do Corpo de Bombeiros fizeram buscas na vegetação em torno da lagoa, mas não encontrou nada e acionaram uma equipe de mergulhadores.

Pela manhã, um morador da região viu a menina boiando e gritou pedindo o socorro dos mergulhadores, que retiraram a menina da água.

As causas do desaparecimento ainda não foram esclarecidas. Familiares da criança foram ao local mas, abalados, não quiserem falar com a reportagem. Os bombeiros afirmaram que a Lagoa da Maraponga é muito extensa e está com nível alto, devido às chuvas dos últimos dias, o que dificulta as buscas.



Confira imagens da criança log após ser resgatada pelos bombeiros:

flaviopintonews