"Dá pra comemorar sem sair de casa", diz a mãe do bebê que preparou o cenário e a festa virtual com familiares.


Família faz aniversário de filho com tema de quarentena no interior do Ceará. — Foto: Arquivo Pessoal

O encontro programado todo dia 21 de cada mês teve de ser adaptado nesta quinta-feira, quando Regis Filho completou nove meses durante a quarentena, em Acopiara, no Ceará. A mãe, Eucimara Vieira de Sousa, conhecida como Nynna, acostumada a organizar festas em casa para comemorar os meses de vida do filho, aproveitou o ensejo e preparou o cenário com o tema do momento: a quarentena. No cartaz, o recado: "nada de convidados, só mamãe e papai".


"Hoje em dia só o que se fala é nessa epidemia. Por conta do isolamento, resolvi não chamar ninguém e conversei com meu esposo pra fazer o bolinho, só eu e ele. Resolvi fazer esse tema de quarentena pra mostrar que mesmo com o isolamento a gente pode comemorar em família", adverte Nynna.


O mêsversário do bebê, quando se comemora cada mês de vida antes de um ano completado, era a data certa de encontro das famílias do pai e da mãe de Regis Filho. Com a obrigatoriedade da quarentena, determinada por decreto estadual para conter a pandemia do novo coronavírus no Ceará, o jeito foi utilizar os meios virtuais.


Além da decoração temática, que incluiu fotos do bebê usando máscara, a família ainda enviou para os convidados virtuais marmitas da "quarentena do Regis Filho" como lembrancinhas.


Bebê comemora 9 meses com tema de quarentena em Acopiara, no interior do Ceará. — Foto: Arquivo Pessoal

Chamadas de vídeo com a família

Os outros familiares participaram através de chamadas de vídeo que os pais fizeram com cada núcleo familiar. Com isso, o filho acabou ganhando várias comemorações em uma só.

"Ele ficou muito feliz, isso que foi importante", comemorou a mãe.

"A gente sentiu um pouco a diferença, pela falta do aconchego das pessoas, porque dia 21 era sagrado todo mundo se reunir aqui em casa à noite. Mas também foi muito bom pra rever a família", acrescentou.

Família faz mêsversário com decoração de "quarentena" em Acopiara, no Ceará. — Foto: Arquivo Pessoal

Nynna e o pai do bebê, José Regilandio de Araújo, estão trabalhando de casa desde o início do isolamento social, em março.

A maior dificuldade, segundo a mãe, é de fato "ficar longe da família". A festa virtual foi um jeito de compensar a saudade, respeitando os cuidados que o momento exige.

"Dá pra comemorar sem sair de casa. A gente sentiu falta de tá perto, mas o momento a gente entende que é esse, e de alguma forma a gente esteve presente."


Por G1 CE