O pai pediu ajuda aos guardas da Torre de Vigilância do PMPU e o bebê nasceu em casa
O bebê nos braços dos guardas que realizaram o parto na noite de ontem Por : Fernando Ribeiro

Um homem visivelmente nervoso chega à Torre de Vigilância da Guarda Municipal de Fortaleza (GMF), no bairro Caça e Pesca, e pede ajuda. A esposa grávida tinha acabado de entrar em trabalho de parto, dentro de casa, sem nenhuma assistência. O marido diz que pediu ajuda ao Samu, por telefone, mas não havia ambulância disponível. Imediatamente, a guarnição que estava de serviço na Torre do programa Municipal de Proteção Urbana (PMPU) entra em ação. Em poucos minutos, os guardas realizaram o parto, salvando a mãe o bebê.


O fato ocorreu no começo da noite de ontem (29). Mãe e filha estão bem. Depois do parto improvisado dentro da residência, mas realizado com todos os cuidados de higiene a técnica de treinamento de primeiros socorros dos guardas municipais, elas foram levadas pela mesma patrulha da GMF ao hospital mais próximo apenas para uma checagem médica. A guarda Pallas conduziu o procedimento com os colegas de farda.

Após o procedimento, já no Hospital Geral de Fortaleza (HGF), a mãe agradeceu o atendimento dos guardas municipais e ficou emocionada ao ser abraçada por todos os componentes da patrulha VTR-338, da Torre do PMPU Caça e Pesca.

“Essa é a nova Guarda Municipal de Fortaleza que se apresenta ao cidadão de nossa cidade”, comentou o titular da Secretaria de Segurança Cidadã de Fortaleza (Sesec), coronel PM José Maria Barbosa Soares.

CN7