Tiago e Luíza foram mortos numa emboscada na zona rural 

Em apenas três dias do mês de junho, o Ceará registrou três casos de duplos homicídios, com um caso a cada 24 horas. Na tarde desta quarta-feira (3), um casal foi morto, a tiros, na zona rural do Município de Paramoti (a 92Km de Fortaleza) após sofrer uma emboscada em uma estrada da zona rural.

De acordo com a Polícia, era por volta de 17h30 quando as vítimas trafegavam em uma motocicleta pela estrada de acesso ao Distrito de Pajeú. Bandidos interceptaram o casal e, de imediato, mataram o piloto da moto, identificado por Tiago. Em seguida, seqüestraram a esposa dele, conhecida por Luíza.


Mas, logo à frente, na estrada de acesso ao Distrito de Carnaubinha, a mulher foi também assassinada. O corpo foi encontrado semidespido.

Até o fim da manhã desta quinta-feira, a Polícia continuava em buscas na região entre os Municípios de Paramoti, Canindé e Santa Quitéria, na tentativa de localizar os autores do crime. A princípio, foi descartada a hipótese de um latrocínio (roubo seguido de morte). Após uma perícia nos locais de crimes, os corpos foram encaminhados ao Núcleo Regional da Perícia Forense do Estado do Ceará (Pefoce), da cidade de Canindé.

Mais dois

Este foi o terceiro crime de duplo homicídio no Ceará em três dias de junho. Confirma a cronologia dos casos:

– Dia 1º/6 – Bandidos matam pai e filho no Município de Ibicuitinga, na região do Vale do Jaguaribe, na noite da última segunda-feira. O crime ocorreu no Distrito de Canindezinho. Edson (o pai), e Davi (o filho), foram executados a tiros na calçada de casa.


– Dia 2/6 – Na localidade de Aroeiras, zona rural do Município de Acaraú, na região Norte do estado, mãe e filho foram assassinados dentro de casa. De acordo com a Polícia, bandidos armados com espingardas de calibre 12 (escopetas) e pistolas, invadiram a residência e mataram Ivanilde de Paulo Alves Gomes, 52 anos; e o filho mais velho dela, o jovem Antônio Benevenuto da Silva Filho, 23 anos.

– Dia 3/6 – Um casal foi morto, a tiros, no Distrito de Pajeú, zona rural de Paramoti.

Por : Fernando Ribeiro
CN7