O garimpeiro Saniniu Laizer, 52 anos ficou milionário na Tanzânia, após vender as duas maiores tanzanitas já encontradas no país da África Oriental. Uma delas tem 9,27 kg e a outra, 5,1 kg. Até então, a maior descoberta tinha sido de uma pedra de 3,5 kg.

O homem tem 30 filhos e quatro mulheres. Ele recebeu na quarta-feira (24/06) um cheque de US$ 3,4 milhões (R$ 18 milhões ou 7,74 bilhões de xelins tanzanianos) pelas pedras raras, só encontradas no norte da Tanzânia. Laizer disse que planeja investir em sua comunidade no distrito de Simanjiro, em Manyara.


“Quero construir um shopping e uma escola. Quero construir esta escola perto da minha casa. Há muitas pessoas pobres por aqui que não podem dar ao luxo de levar seus filhos para a escola”, disse.

O governo organizou um evento, que foi transmitido ao vivo, para divulgar a venda das pedras que ele encontrou em Mirerani, que é uma área de mineração cercada por seguranças para evitar tráfico das pedras preciosas. Laizer recebeu o cheque do Banco da Tanzânia e o presidente John Magufuli telefonou para parabenizá-lo durante a transmissão.