De acordo com o Ministério Público do Ceará, alguns dos foragidos faziam parte de facções criminosas e participaram ativamente de crimes de homicídios, roubos e tráfico de drogas.


Criminosos se cadastraram e receberam auxílio emergencial no Ceará. — Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil

Seis criminosos foragidos da Justiça que receberam o auxílio emergencial do Governo Federal foram presos, na manhã desta terça-feira (9), em uma operação da Polícia Civil realizada em Fortaleza.


Segundo as investigações do Ministério Público do Estado do Ceará (MPCE), alguns dos foragidos integravam facções criminosas e participaram ativamente de crimes de homicídios, roubos e tráfico de drogas registrados pela polícia neste período da pandemia. Eles foram localizados após realizar o cadastro para tentar receber o auxílio no valor de R$ 600.

A operação, denominada "Revelação", contou com apoio do Grupo de Atuação Especial de Combate às Organizações Criminosas (Gaeco) e com a Coordenadoria de Planejamento Operacional (Copol) da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social do Estado.


Entre os crimes cometidos pelos alvos da Operação Revelação estão homicídio, latrocínio, tráfico de drogas, estupro, roubo, receptação e participação em organizações criminosas. Em alguns casos, as penas acumulavam até 20 anos de prisão.

Operação da PF

A Polícia Federal, em conjunto com a Caixa Econômica Federal e Polícia Militar do Estado de São Paulo, também realizaram uma operação hoje para combater fraudes relativas a saques indevidos do benefício do auxílio emergencial.


PF e PM fazem operação contra fraudes no auxílio emergencial — Foto: Divulgação


A operação, chamada de Covideiros, busca repreender, em especial, saques irregulares ocorridos na zona leste de São Paulo. São cumpridos 8 mandados de busca e apreensão e 2 mandados de prisão temporária (todos em São Paulo/SP).

Os crimes são cometidos por uma associação criminosa que clona os dados de cartões cidadãos pertencentes a reais beneficiários. A clonagem ocorre em lotéricas localizadas no Ceará.

Auxílio emergencial

O auxílio emergencial é um benefício financeiro destinado aos trabalhadores informais, microempreendedores individuais (MEI), autônomos e desempregados, e tem por objetivo fornecer proteção emergencial no período de enfrentamento à crise causada pela pandemia do coronavírus.



Governo quer prorrogar auxílio emergencial para trabalhadores informais

O auxílio foi criado para compensar a perda de renda decorrente da pandemia de coronavírus. O benefício atual é de R$ 600 (ou R$ 1,2 mil para mães solteiras). Inicialmente, os pagamentos seriam feitos por apenas por três meses. Porém, o governo decidiu prorrogar a ajuda.

O benefício começou a ser pago em 7 de abril. Até segunda-feira (9), ainda havia 10,4 milhões de pedidos de auxílio emergencial aguardando análise, segundo a Caixa. Não há previsão de quando essas pessoas irão receber o benefício.

Por G1 CE