O Tribunal de Contas do Estado (TCE) e Controladoria Geral da União (CGU) denunciam 24.232 servidores de 181 municípios do Ceará, que receberam indevidamente o Auxílio Emergencial. O rombo é de R$ 16.519.200.

Apenas três municípios do Ceará não tem servidores envolvidos nessa fraude: Hidrolândia, Campos Sales e Jardim.

Em tempo


Todos os implicados responderão a inquérito na Polícia Federal.