Os suspeitos foram autuados por crimes como associação criminosa e tentativa de homicídio.


Nove pessoas presas e armas, munições e coletes apreendidos em ações do Raio na Grande Fortaleza. — Foto: Divulgação

Nove pessoas foram presas com armas, munições e coletes balísticos em ações da polícia em Fortaleza e na Região Metropolitana entre a noite deste domingo (5) e a madrugada desta segunda-feira (6). Os suspeitos foram autuados por crimes como associação criminosa e tentativa de homicídio.

A primeira ação ocorreu durante patrulhamento no Bairro Barroso, na capital, onde três homens foram presos após denúncias feitas à Coordenadoria Integrada de Operações de Segurança (Ciops) sobre um veículo modelo Gol de cor branca trafegando pela região e sendo usado em práticas criminosas.

O carro foi localizado e nele estavam os três suspeitos. A polícia encontrou duas pistolas calibre 380, uma espingarda cal. 12, dois carregadores de pistola, 24 munições intactas cal. 380, sete munições intactas cal. 12, três coletes balísticos e uma quantia em dinheiro com os homens.

Eles foram conduzidos junto com o material para o 30° Distrito Policial (DP) e autuados em flagrante por associação criminosa e porte ilegal de arma de fogo de uso restrito. A polícia ainda investiga possíveis participações dos suspeitos em outras ações criminosas.

Maracanaú

A segunda ação ocorreu no Bairro Alto Alegre I, em Maracanaú, na RMF, na madrugada desta segunda. Equipes do Comando de Policiamento de Rondas e Ações Intensivas e Ostensivas (CPRaio) foram acionadas após disparos de arma de fogo serem ouvidos na Rua 19.

Ao chegarem ao local, de acordo com informações da Polícia Militar do Ceará (PMCE), os agentes foram recebidos a tiros. Seis pessoas foram presas também em posse de armas de fogo, munições e coletes balísticos.

Os suspeitos tentaram fugir e quatro deles foram localizados dentro de um matagal. Outros dois estavam escondidos no telhado de uma residência.

Parte dos capturados já tinham passagens na polícia por crimes como associação criminosa, roubo, corrupção de menores, crime ambiental, roubo e furto qualificado.



Todo o material localizado e os suspeitos foram levados para a Delegacia Metropolitana de Maracanaú, onde um inquérito policial sobre o caso foi instaurado.

Os seis presos foram autuados em flagrante por tentativa de homicídio e porte ilegal de arma de fogo.

O 20° Distrito Policial (DP) será a unidade responsável por apurar o envolvimento deles com organização criminosa da região.


Por G1 CE